Row of New Cars in Stock

Row of New Cars in Stock

Quando do começo da pandemia as montadoras foram forçadas a parar a produção por conta da contaminação dos funcionários. Enquanto isso as incertezas econômicas fizeram que as locadoras e outros grandes frotistas cancelassem pedidos já colocados. Os fornecedores de peças nacionais e internacionais também suspenderam a produção e a logística de transporte internacional sofreu com as paradas em portos e aeroportos, desorganizando toda a cadeia produtiva. O dólar alto favoreceu a exportação de matéria prima pelo Brasil e está faltando aço para as montadoras.  Agora, por conta da retomada da economia mais rápida do que o esperado as cadeias de fornecimento de peças para produção de veículos estão com gargalos. O anúncio foi feito em meados de dezembro pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

A Mercedes-Benz do ABC Paulista parou a produção extra de dois sábados.  Já a General Motors (GM), em São José dos Campos informou que a produção da picape S10 também pode ser interrompida por um período. A falta de insumos é o grande motivo do atraso das montadoras na entrega de veículos novos, impactando 30% das empresas brasileiras. A escassez de pneus e aço também afetou a produção de caminhões da Volkswagen. O mesmo problema também ocorreu com a Fiat, refletindo na instabilidade em volume e prazos, diminuindo o ritmo de montagem.

A tendência é que o problema seja solucionado em alguns meses, conforme volte a haver sincronia dos elos de produção, afirmam especialistas. Porém pode haver novas paralisações devido a novas ondas de coronavírus e até que uma vacina possa atenuar os problemas. Assim, não há como prever quando o fornecimento estará normalizado.

Faltam carros em locadoras

O setor das locadoras está sofrendo com a falta de veículos já que no início da pandemia foram desativados milhares de carros que foram devolvidos pelos clientes porque não havia perspectiva de normalização da atividade econômica. Agora, com a retomada da economia, precisam esperar a devolução de outros para conseguir alugar. A fila de espera para veículos novos é inevitável e muitas locadoras só possuem no pátio os veículos com alta quilometragem.

Estima-se que o déficit já chega a marca de 100 mil veículos no Brasil, e os clientes terão que esperar meses até conseguir colocar as mãos nos veículos novos. As locadoras têm informado aos clientes que a demora pode chegar a 180 dias, principalmente se forem os modelos de entrada.

O setor de locadoras foi responsável pela compra de 426 mil veículos novos em 2019.

Compartilhe