O ano começou com boas notícias para os proprietários de veículos, especialmente frotistas. No primeiro mês de mandato, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior anunciou reduções nos valores dos serviços do Detran-PR de vistoria veicular e do registro eletrônico de contratos de financiamento de veículos.

A determinação do governo suspendeu dois editais e duas portarias que aumentariam consideravelmente as taxas de vistoria veicular. Assim, o Detran-PR vai manter a taxa praticada atualmente, de R$ 49,56.

O serviço de registro de contratos de veículos adquiridos por meio de financiamento, arrendamento mercantil ou outra modalidade que exija a anotação legal de alienação no documento do veículo também teve redução no valor. Desde que as novas regras de gravame dos financiamentos de veículos, estabelecidas pela Resolução 689/17 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) começaram a vigorar em 1º de outubro de 2018, apenas uma empresa terceirizada estava autorizada a prestar este serviço, que custava R$ 350,00.

O Governo abriu a possibilidade para que mais empresas pudessem se credenciar para ofertar o serviço, baixando o valor para R$ 150,00. Atualmente 82 instituições financeiras já estão integradas ao processo de registro de gravame e a lista está disponível no site do Detran-PR.

De acordo com o presidente do Sindiloc/PR, Michel Lima, “a livre concorrência que derrubou as taxas de gravame no Paraná, as novas taxas para registro de veículos de locadora e isenção no pagamento de licenciamento anual dos carros de locadoras aqui registrados – conquistas estas decorrentes do trabalho de esclarecimento do Sindiloc-PR junto às autoridades estaduais – devem trazer de volta para o Paraná as empresas que levaram seu emplacamento para Minas Gerais que praticava valores muito mais atrativos”, avalia.

Compartilhe