Começamos 2021 com esperança que a vacinação traga de volta a paz necessária à população para podermos retomar o cotidiano e melhorar o ambiente econômico, que vem sentindo os efeitos da pandemia em alguns setores. No nosso caso específico, está havendo, desde meados de 2020, a falta de veículos 0km para reposição da frota, fato agravado pela saída repentina da Ford do mercado onde representava aproximadamente 8% na frota das locadoras, o que agrava o quadro. Dessa forma, estamos utilizando por mais tempo a frota existente, aumentando os custos com manutenção. Manutenção que disparou por conta do aumento do dólar e pela falta de matéria-prima e componentes, gerados pelos lockdowns e pela alta demanda. Por outro lado, apesar do preço dos veículos ter subido em média 22%, sentimos que os valores da locação da terceirização de frota continuam incompreensivelmente pressionados para baixo. O repasse do IGP-M dos últimos 12 meses nos contratos não está sendo possível já que os clientes não aceitam a integralidade, o que para frente será danoso na reposição dos veículos por conta do aumento na tabela dos veículos e queda dos descontos.

De nosso lado, o Sindiloc-PR iniciou ação de marketing institucional em rádio, televisão e internet, visando ajudar as pequenas locadoras do estado a se recuperarem mais rapidamente. A campanha “Alugue de Empresas do Paraná, é Aqui que Você Vive” visa estimular o comércio local de locação de veículos, máquinas e equipamentos. A ideia veio da campanha “Feito Aqui” do Governo do estado, que tinha exatamente esse enfoque, de estimular o consumo de serviços e produtos paranaenses, fortalecendo a economia estadual. Uma vez que temos empresas filiadas nas principais cidades do Paraná, temos certeza de que o consumidor paranaense não terá dificuldades em encontrar um fornecedor perto de sua residência com preços justos e qualidade adequada.

Também tem sido intensa nossa movimentação para ajustar alguns processos junto ao Detran-PR para facilitar a operação do dia a dia das locadoras de veículos. Solicitamos ao órgão a liberação via sistema da consulta de multas e licenciamento de veículos por lotes, bem como a possibilidade de preenchimento da ATPV-e (Autorização de Transferência de Propriedade de Veículo), que substituiu o DUT (Documento Único de Transferência), diretamente pelas locadoras no sistema do Detran-PR. São alterações que dependem de aprovação do departamento jurídico do Detran e, posteriormente, da execução pela Celepar, que é o órgão responsável pelas alterações em sistemas de processamento de dados dos órgãos estaduais. Importante que são solicitações de melhorias já encaminhadas e que em breve devem estar disponíveis.

Boa leitura!

Michel Lima

Presidente do Sindicato das Empresas Locadoras de Veículos Automotores, Equipamentos e Bens Móveis do Estado do Paraná – Sindiloc PR