No comparativo a 2016, período de janeiro a outubro, as vendas de carros 0Km subiram 9,7%, conforme dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos (Fenabrave). No entanto, o resultado se deveu aos emplacamentos para frotistas e empresas que apresentaram crescimento, e não ao varejo.

As vendas diretas apresentaram crescimento na ordem de 30,3% em 2017. A expectativa é que em 2018 a venda no varejo aumente significativamente.

Potência das locadoras

O impulso às vendas para as locadoras de automóveis está relacionado ao crescimento de aplicativos de transporte e novos hábitos do consumidor. Antes o brasileiro não costumava alugar carros, mas agora descobriu a facilidade, o custo-benefício e a praticidade. Economistas apontam que o fato das locadoras estarem renovando as frotas em um período mais curto, jogando no mercado de seminovos milhares de veículos com baixa quilometragem e em bom estado de conservação, também ajudou a indústria automobilística em seus números.

Compartilhe