O governo federal publicou em 29 de abril um novo decreto ampliando a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para 35%. Em fevereiro, o presidente já havia assinado um decreto que baixava o imposto para 25%.

O novo corte beneficia uma série de produtos industrializados, tais como automóveis, eletrodomésticos da chamada linha branca, calçados, tecidos, móveis, artigos de metalurgia, armas, brinquedos e máquinas. Produtos da Zona Franca de Manaus continuarão com a redução de 25%.

Segundo o governo, a medida visa ajudar na recuperação econômica do país. De acordo com as contas da equipe econômica, a redução do IPI diminuirá a carga tributária em R$ 15,2 bilhões em 2022; R$ 27,3 bilhões em 2023; e R$ 29,3 bilhões em 2024.

Algumas montadoras já estavam praticando novas tabelas de preços, com veículos de 2% a 5% mais baratos. Agora, com a nova redução do IPI, as locadoras esperam que os descontos sejam ainda maiores, o que certamente auxiliará na retomada do setor, que teve bom desempenho em 2021, mas ainda precisa recuperar os prejuízos de 2020.

Compartilhe